Facilitação Prática de Planejamento Estratégico com Estruturas Libertadoras

12 Visualizações
5 leitura mínima

Planejar estrategicamente é um processo essencial para qualquer organização que deseja se manter relevante e competitiva no mercado. Usando ferramentas das Estruturas Libertadoras, como Ecocycle Planning, Critical Uncertainties, 25/10 Crowd Sourcing e 15% Solutions, é possível facilitar este processo de maneira participativa, inclusiva e eficaz. Neste blogpost, vamos explorar como essas ferramentas podem ser aplicadas na prática para conduzir um planejamento estratégico robusto.

1. Ecocycle Planning

Objetivo: Avaliar o ciclo de vida dos projetos e iniciativas da organização, identificando onde cada um se encontra e quais ações são necessárias para avançar.

Passos:

  1. Introdução ao Ecocycle Planning:
    • Explique o conceito do ciclo de vida que inclui fases de nascimento, maturidade, destruição criativa e renovação.
    • Forneça um diagrama do Ecocycle para referência visual.
  2. Mapeamento das Iniciativas:
    • Peça aos participantes para listar todas as iniciativas, projetos e programas atuais em post-its.
    • Cada participante deve posicionar suas iniciativas no diagrama do Ecocycle, de acordo com a fase que acredita que a iniciativa se encontra.
  3. Discussão em Grupos:
    • Forme pequenos grupos para discutir as razões pelas quais cada iniciativa foi colocada em uma determinada fase.
    • Encoraje os grupos a identificar ações específicas para mover as iniciativas para a próxima fase do ciclo.
  4. Compartilhamento em Plenária:
    • Cada grupo compartilha suas discussões e conclusões com todos os participantes.
    • Facilite uma discussão aberta para alinhar percepções e definir ações coletivas.

2. Critical Uncertainties

Objetivo: Identificar e explorar incertezas críticas que podem impactar a estratégia da organização.

Passos:

  1. Identificação de Incertezas:
    • Solicite aos participantes que pensem em fatores incertos que podem afetar a organização e anotem em post-its.
    • Colete e organize as incertezas em categorias comuns.
  2. Priorização das Incertezas:
    • Utilize a técnica de votação para que os participantes priorizem as incertezas mais críticas.
    • Selecione as duas incertezas mais votadas para um exame mais aprofundado.
  3. Matriz de Cenários:
    • Desenhe uma matriz de 2×2 com as duas incertezas selecionadas nos eixos.
    • Preencha os quadrantes com possíveis cenários que emergem da combinação dessas incertezas.
  4. Discussão e Análise:
    • Divida os participantes em grupos para discutir os impactos de cada cenário.
    • Cada grupo deve identificar possíveis ações estratégicas para mitigar riscos ou aproveitar oportunidades em cada cenário.

3. 25/10 Crowd Sourcing

Objetivo: Gerar e priorizar ideias inovadoras de forma rápida e colaborativa.

Passos:

  1. Geração de Ideias:
    • Cada participante escreve uma ideia em um cartão para responder a uma pergunta estratégica específica.
    • Recolha todos os cartões e redistribua aleatoriamente.
  2. Avaliação das Ideias:
    • Peça aos participantes para lerem o cartão recebido e dar uma nota de 1 a 5 (sendo 5 a nota mais alta).
    • Continue o processo de redistribuição e avaliação por cinco rodadas, garantindo que cada cartão seja avaliado cinco vezes.
  3. Cálculo das Pontuações:
    • Some as pontuações de cada cartão para obter a pontuação final (máximo de 25 pontos).
    • Identifique as 10 ideias com as maiores pontuações.
  4. Discussão e Planejamento:
    • Discuta as 10 ideias principais em plenária, explorando como podem ser implementadas.
    • Priorize as ideias mais viáveis e crie planos de ação detalhados para cada uma.

4. 15% Solutions

Objetivo: Identificar pequenas ações que cada participante pode implementar imediatamente para contribuir com a estratégia.

Passos:

  1. Reflexão Individual:
    • Peça aos participantes que pensem em ações que estão dentro de sua área de influência e que poderiam começar a implementar imediatamente (representando 15% de uma solução).
  2. Compartilhamento em Pares:
    • Forme duplas para que os participantes compartilhem suas 15% Solutions.
    • Encoraje a discussão sobre como essas pequenas ações podem contribuir para a estratégia geral.
  3. Discussão em Grupos de Quatro:
    • As duplas se unem a outras duplas para discutir as soluções e buscar sinergias.
    • Cada grupo de quatro deve identificar as ações mais impactantes e como elas podem ser ampliadas.
  4. Compartilhamento em Plenária:
    • Cada grupo compartilha suas 15% Solutions com todos os participantes.
    • Facilite a discussão sobre como essas ações podem ser integradas e apoiadas pela organização.

Conclusão

Usando as Estruturas Libertadoras Ecocycle Planning, Critical Uncertainties, 25/10 Crowd Sourcing e 15% Solutions, facilitadores podem conduzir um planejamento estratégico participativo, dinâmico e eficaz. Essas ferramentas não apenas promovem a inclusão e o engajamento de todos os participantes, mas também garantem que as ideias e soluções geradas sejam robustas e viáveis. Implementar essas técnicas em suas sessões de planejamento estratégico pode transformar a maneira como sua organização enfrenta desafios e aproveita oportunidades, criando um caminho claro e colaborativo para o futuro.

Compartilhe este artigo